Home > Comunicação > Notícias

Gestos apoia a campanha Vacina para Todos e Todas

Gestos apoia a campanha Vacina para Todos e Todas

A Gestos aderiu à campanha Vacina para Todos e Todas, liderada pela Abong (Associação Brasileira de Organizações Não-Governamentais), que propõe a aprovação do #PL1462/2020 – projeto de lei que impede a criação de monopólios para tecnologias, insumos e tratamentos contra a Covid-19 e eventuais novas pandemias.

A campanha se posiciona da defesa da saúde como bem universal e um direito constitucional e questiona a corrida para desenvolver vacinas com o objetivo maior do lucro – o que pode violar o direito à saúde e custar milhões de vidas.

O PL1462/2020 melhora o dispositivo legal da Licença Compulsória e permite que o Brasil tenha acesso rápido às respostas mais efetivas contra a pandemia da Covid-19, estando protegido de preços exorbitantes e descabidos das grandes corporações, em especial da indústria farmacêutica.

A realidade vivida desde o início da pandemia evidenciou a dificuldade de acesso a equipamentos de proteção, ventiladores, diagnósticos e dos primeiros medicamentos lançados para combater a doença. Esses fatores mostram como o poder econômico se impõe e privilegia parte da população. Com a campanha Vacina para Todas e Todos as entidades querem garantias de que a imunização contra a Covid-19 e possíveis outras pandemias sejam garantidas a todas as pessoas – independente do poder econômico.

A campanha também se posiciona de forma intransigente em defesa do Sistema Único de Saúde (SUS) – que tem sido o maior responsável por testagem gratuita, atendimento hospitalar e internações em todos os estados do Brasil. O SUS é fruto de muita luta popular por direitos e necessidade básica da população e será o principal responsável para que todas e todos tenham acesso à vacina contra o novo coronavírus.

Para saber mais sobre a campanha Vacina para Todas e Todos, baixar os cards para as redes sociais e enviar e-mails para os parlamentares, acesse o site da campanha.

Precisamos assegurar acesso à vacina e que esta proteção não seja apenas para poucas pessoas.

Denuncie

Se você tem HIV/Aids e encontra dificuldades para acessar os serviços de saúde; se sofre discriminação; se faltam medicamentos na sua cidade; ou se o seu benefício for ameaçado, entre em contato com a gente. Seu anonimato está garantido.