Home > Comunicação > Notícias

Aniversário: Gestos faz 27 anos e lança campanha em parceria com o artista Lucas Miranda

Aniversário: Gestos faz 27 anos e lança campanha em parceria com o artista Lucas Miranda

Neste dia 26 de maio de 2020 a Gestos – Soropositividade, Comunicação e Gênero completa 27 anos de atuação na prevenção ao HIV e outras ISTs e na promoção dos direitos humanos das pessoas que vivem com HIV/Aids. Durante todos esses anos, a Gestos sempre defendeu e promoveu os direitos sexuais e reprodutivos e atuou ativamente na defesa de políticas que promovam a melhoria das condições social, política e econômica das pessoas. Em 2020, além das demandas recorrentes à sua atuação, a Gestos está enfrentando – assim como outras entidades – os desafios de amparar as pessoas vivendo com HIV e Aids neste momento de pandemia da COVID-19.

Para garantir a operacionalidade das atividades da Gestos e a manutenção de todos os serviços, a ONG está lançando nesta terça-feira a campanha Arte em Gestos, uma parceria com o artista plástico Lucas Miranda e que pretende trocar obras de arte digitais por doações para a Gestos. A iniciativa partiu do artista – que acompanha o trabalho da Gestos e achou que poderia ajudar com a sua arte. Lucas Miranda doou algumas obras digitais que serão disponibilizadas em formatos diversos para as pessoas que realizarem uma doação em dinheiro para a Gestos através da plataforma de arrecadação digital (http://gestos.colabore.org/arte-em-gestos).

A Gestos atualmente se mantém através da realização de projetos realizados em parceria com instituições nacionais e internacionais, governos e entidades de fomento, além de também receber doações de pessoas físicas e jurídicas. Essas parcerias, projetos e doações garantem a continuidade dos serviços de assessoria jurídica, atendimento psicológico e social e das ações de advocacy, promoção dos direitos sexuais e reprodutivos, defesa dos direitos das pessoas vivendo com HIV e Aids, monitoramento de políticas públicas e promoção e defesa dos Objetivos do Desenvolvimento Sustentável (ODS) da Agenda 2030, entre outras atividades.

27 anos defendendo uma sociedade mais justa e equitativa

Desde que foi criada, em maio de 1993, a Gestos vem construindo uma história de atuação em ações de prevenção do HIV e à Aids, oferecendo serviços especializados para pessoas que vivem com o vírus – incluindo atendimento psicoterapêutico, acompanhamento social e jurídico, além de ações direcionadas para populações vulneráveis ao HIV em comunidades de baixa renda da Região Metropolitana do Recife.

A entidade é pioneira no debate sobre a relação entre violência de gênero e a Aids, liderando desde 2007 a campanha “Mulheres não esperam mais – acabemos com a Aids e com a violência contra as mulheres”. A Gestos monitora no campo internacional as agendas das Nações Unidas desde 2001 e desenvolve projetos de fortalecimento da sociedade civil para o seguimento das políticas internacionais em mais de 20 países.

A participação inclui a representação nas delegações brasileiras na ONU sobre Aids, na Comissão sobre Situação da Mulher (CSW), na Comissão de População e Desenvolvimento e na Força Tarefa para o Cairo+20 – com o objetivo de atuar junto a governos, sociedade civil e agências da ONU para garantir que a agenda de Direitos Sexuais e Reprodutivos esteja entre as prioridades das políticas internacionais. Entre os esforços da ONG estão o de melhorar e aumentar a influência das mulheres em processos de decisão em nível local, nacional e internacional.

Em 2017, a Gestos foi aceita como entidade com status consultivo no Conselho Econômico e Social (ECOSOC) da Organização das Nações Unidas (ONU). O conselho é o principal órgão coordenador das atividades econômicas, sociais e conexas dos 14 organismos especializados das Nações Unidas, das suas comissões técnicas e das suas cinco comissões regionais, sendo o principal fórum para a discussão de questões econômicas e sociais e para a elaboração de recomendações práticas sobre essas questões dirigidas aos Estados-Membros e ao Sistema ONU. Com esse status, a ONG junta-se a outras entidades que têm a oportunidade de expressar suas opiniões e influenciar o trabalho do ECOSOC, podendo participar de conferências e outros eventos internacionais, fazer declarações escritas e orais nesses eventos, organizar eventos paralelos, entrar nas instalações das Nações Unidas, beneficiar-se de oportunidades para construir redes e participar em grupos de pressão.

No Brasil, a Gestos é uma das organizações da sociedade civil que coordena e monitora o Grupo de Trabalho da Agenda 2030 do Desenvolvimento Sustentável. Ao todo, são 17 objetivos e 169 metas a serem alcançadas por 193 países signatários do Fórum Político de Alto Nível da ONU até o ano de 2030. Entre as áreas monitoradas estão saúde, educação e seguridade social, acompanhando no Brasil questões como desemprego, trabalho indigno, retrocessos nos campos da segurança alimentar, justiça social e ambiental e desmantelamento de conquistas básicas nos campos dos direitos humanos, inclusive dos direitos sexuais e reprodutivos.

Jovens e Adolescentes

Entidade filantrópica, a Gestos realiza desde 2015 um serviço especializado no apoio de jovens e adolescentes no campo dos Direitos Sexuais e Reprodutivos (DSR), através do Espaço Saúde e Sexualidade para Jovens e Adolescentes – que discute direitos sexuais e direitos reprodutivos com jovens e adultos.

O Espaço Saúde atende jovens entre 12 e 29 anos que tenham qualquer questão relacionada à saúde sexual e reprodutiva. No serviço, que é gratuito, uma equipe formada por assistente social, psicóloga e enfermeira estão disponíveis para atender jovens que desejem esclarecer dúvidas, informações sobre preservativos, métodos contraceptivos, prevenção às ISTs, entre outros assuntos. O espaço também serve como um lugar para trocar experiências, falar sobre medos e inseguranças sobre a vida sexual e reprodutiva de jovens e adolescentes e também para esclarecimento sobre questões sobre saúde e bem-estar.

No Espaço Saúde a Gestos oferece gratuitamente e com hora marcada teste rápido para HIV para pessoas com idades entre 18 e 29 anos, num ambiente acolhedor, sem preconceitos e com total sigilo. O serviço conta com aconselhamento pré e pós testagem e em caso de resultado positivo, a pessoa é imediatamente encaminhada para o serviço de saúde, para iniciar o acompanhamento e o tratamento para o HIV/Aids.

Respeito à diversidade

A experiência da Gestos nesses 27 anos passa também pela proteção dos direitos e o respeito à diversidade sexual, o aconselhamento e o apoio psicológico e jurídico relacionado com o HIV/AIDS. A proposta é disponibilizar a este público um espaço acolhedor e amigável onde é possível compartilhar dúvidas sem preocupação ou medos e ser atendidos/as por profissionais totalmente preparados para lidar com adolescentes e jovens.

A iniciativa é financiada pela IPPF/WHR – International Planned Parenthood Federation/Western Hemisphere Region – (Federação Internacional de Planejamento Familiar/Região do Hemisfério Ocidental, em tradução livre) e pela Mac AIDS Fundation.

Desde que foi iniciado, o Espaço Saúde e Sexualidade para Jovens e Adolescentes desenvolveu ações que resultaram na criação de um grupo de ativismo de jovens. A iniciativa aumentou o alcance do projeto, que tem realizado eventos sobre prevenção ao HIV e outras ISTs e também ações sobre a importância da adesão ao tratamento do HIV para este público.

Para saber  mais sobre a Gestos, é possível seguir nossas redes sociais: Facebook, Twitter, Instagram, LinkedIn

Temas deste texto: aids - aniversário - Gestos - hiv - Lucas Miranda

Denuncie

Se você tem HIV/Aids e encontra dificuldades para acessar os serviços de saúde; se sofre discriminação; se faltam medicamentos na sua cidade; ou se o seu benefício for ameaçado, entre em contato com a gente. Seu anonimato está garantido.