Home > Comunicação > Notícias

Jair Brandão: uma vida dedicada ao ativismo e à defesa dos direitos humanos

Jair Brandão: uma vida dedicada ao ativismo e à defesa dos direitos humanos

Jair Brandão é uma pessoa que vive com o HIV e a AIDS há 30 anos e é assessor de projetos da Gestos desde 2005. Ele conheceu a Gestos quando foi selecionado para participar de uma formação para Educadores Sociais em HIV e AIDS realizada pela instituição. Depois dessa formação, Jair foi convidado para integrar o grupo de sócios da Gestos, convite que rejeitou pela vontade de integrar a equipe e contribuir para o trabalho, desejo que logo tornou-se realidade. O ativista tem orgulho em afirmar que é fruto das ações de formação da Gestos.

Hoje, Jair Brandão é um dos mobilizadores da Rede Nacional de Pessoas Vivendo com HIV e AIDS (RNP+ Brasil) e já representou o Brasil nos principais debates nacionais e internacionais sobre AIDS, inclusive nas sessões de alto nível das Nações Unidas sobre AIDS e tuberculose.

Em 2019, ele participou do Fórum Político de Alto Nível sobre Desenvolvimento Sustentável da ONU, em Nova York, nos Estados Unidos, representando a RNP+ e a Gestos. Além disso, Jair é uma liderança reconhecida na América Latina, onde é Ponto Focal Titular do Grupo de Pessoas com HIV e Afetados pelo HIV do Mecanismo de Participação da Sociedade Civil do Fórum de Países da América Latina e do Caribe de Desenvolvimento Sustentável na CEPAL. Ele também é Ponto Focal da RedLA+ (Rede Latino-americana de Pessoas Vivendo com HIV e Aids) no Brasil na representação da RNP+ Brasil.

Na Gestos, Jair ajudou a formar centenas de pessoas vivendo com HIV e LGBTQIA+ e hoje lidera nossas ações na pesquisa Índice de Estigma em Relação às Pessoas Vivendo com HIV e Aids no Brasil, aplicado em sete cidades brasileiras. Os resultados mostraram, entre vários dados, que pelo menos 64% das pessoas soropositivas ainda precisa lidar com situações de estigma e preconceito em suas vidas.

Brandão guia seu trabalho e seu ativismo acreditando no poder da colaboração e da parceria para alcançar a justiça social. Para ele, “repensar estratégias e metodologias, e criar novas maneiras de trazer mudanças, é fundamental. Capacitar novos/as ativistas, especialmente os e as jovens, é importante para o controle social e a melhoria das políticas públicas. As pessoas, principalmente as mais jovens, precisam ser acolhidas e incentivadas a continuar defendendo direitos”.

Nós, da Gestos, temos o orgulho de contar com a dedicação, o conhecimento e a experiência dessa figura pública tão querida e tão importante na história brasileira de luta contra a AIDS. Obrigada, Jair. Você faz a diferença e nos ajuda a transformar vidas!

Temas deste texto: aids - ativismo - Direitos Humanos - Gestos - hiv - Jair Brandão

Denuncie

Se você tem HIV/Aids e encontra dificuldades para acessar os serviços de saúde; se sofre discriminação; se faltam medicamentos na sua cidade; ou se o seu benefício for ameaçado, entre em contato com a gente. Seu anonimato está garantido.